Tudo que faz sentir, faz sentido

Teus sentidos me confundem
Tua voz profere palavras que eu não posso entender
Tua boca é desejo que faz obliterar minha sanidade
Precisas entender-me, meu bem
Que não é só teu corpo que quero despir
Quero tua nudez plena da alma
Afinal, pra quê serve um corpo despido
Se nele não há sentido?

Resultado de imagem para alma nua

Saciar desejos quase reprimidos
Que não passam de uma superficialidade que logo se esvai
Esvai-se junto de palavras vazias
Que não suprem a agonia
Pra quê? Se sentimentos rasos não inebriam.

– Luna Baker; 06/04/2017

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s