Às vezes…

Resultado de imagem para metamorfose

Às vezes eu sou a coberta que confortavelmente te aquece nas noites tempestuosas, e às vezes sou a própria tempestade
Às vezes sou ceda macia que te veste, e às vezes a lâmina que impiedosamente te rasga
Às vezes luz que ilumina teu caminho, outras vezes escuridão que corrói tua alma e de medo faz afugentar tua coragem
Às vezes sou mar que te naufraga, e às vezes sou porto que te segura
Tenho estados de ser tua, e fases de ser sozinha
Às vezes meus sentimentos te inundam, outras vezes a realidade crua de minhas palavras ferem teu orgulho
Às vezes a minha independência faz você me admirar, outras vezes a minha ferocidade te amedronta
Porque sou assim, essa mulher de inconstâncias.
Às vezes paz, às vezes furacão.
Sobretudo sou amor que você não pode negar, tampouco escapar.

— Luna Baker; 03/05/2017

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s