Verdadeiro Amor

tumblrva

Passamos a vida inteira em busca do amor verdadeiro; uns tem a sorte de encontrá-lo mais cedo… Na juventude, talvez. Outros encontram-o mais tarde… Na velhice, talvez. Temos a tendência a encontrá-lo pois ele sempre esteve ali ao nosso lado, apenas esperando o dia em que o descobriremos. Há também aquelas pessoas que nunca o descobrem: vivem na ilusão de um outro amor – muitas vezes efêmero.

Mas, se o buscarmos avidamente, certamente iremos galgá-lo. Não é uma questão de sorte e sim, de observação, dissecação, perspicácia. É necessário enxergar além do que está bem diante de nossos olhos.

Regozijo-me: encontrei o famoso amor verdadeiro. Tenho 16 anos, chamo-me Alicia Wayne – sim, faço parte das pessoas que o encontraram na juventude. Posso afirmar com convicção que ele é latente, mas ao mesmo tempo notável. Ele solapa-se dentro de si mesmo.

– Ele é recíproco, Alicia? – perguntaram-me.

Eu sorri e respondi:

– Sim, ele é.

Ele realmente é; quando olho-me no espelho e sorrio, ele sorri de volta. Quando olho-me no espelho com as lágrimas obstinadas brincando por minha face, ele também está chorando. Quando olho-me no espelho e lhe mostro meu dedo do meio, ele mostra-me o seu também.

O amor verdadeiro está dentro de cada um de nós. Estou deveras contente com a minha descoberta: meu amor verdadeiro sou eu mesma. Antes de tudo, ame-se.

Anúncios