Há um demônio dentro de mim

demoniopost

Há um demônio dentro de mim…
Ele ressurge todos os dias
Como se nascesse das cinzas
E se exibe publicamente; sem pudor
Receio ou controle
O bom, entretanto, é que sua aparição
Depende da aparição de um outro alguém:
A mulher que roubou meu coração
Juntos, inevitavelmente, os dois conseguem extinguir
Qualquer tipo de sanidade que em mim habite
Eles gritam; escandalizam
Mergulham-me em puro horror
Tal é então a minha loucura proclamada!
Há um demônio dentro de mim
Que serve incontestavelmente à sua ama:
A mulher dos olhos de pérolas verdes
Que combinam com os meus: grandes pérolas negras
Há um demônio dentro de mim
E dentre os leigos…
Ele é conhecido como “amor”.

— Alasca Young, 29/11/2016.