Garoto Encontra Garoto (David Levithan)

Título: Garoto Encontra Garoto (Boy Meets Boy)
Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Gênero: Ficção juvenil/ Young adult
Páginas: 239

Publicação: 2003
Classificação: ♥♥♥♥ (Muito bom)

 

download

Sinopse:

Paul encontrou o amor de sua vida.
E depois estragou suas chances da forma mais catastrófica possível.
Agora, com a ajuda de uma líder de torcida transexual, de seu melhor amigo gay enrustido e de seu ex-namorado obsessivo, ele se lança na improvável missão de reconquistar seu amado de uma vez por todas.

Enfim, tive a oportunidade de conhecer uma obra do famigerado escritor David Levithan, mesmo autor dos livros Will & Will, Todo o Dia, Invisível, Nick e Norah e entre outros.

O protagonista, Paul, vive numa cidade deveras utópica: onde LGBT’s convivem normal e amigavelmente com Heterossexuais, líderes de torcida andam de Harley, o quarterback do time de futebol da escola é uma drag-queen chamada Infinite Darlene, e sucessivamente. Mas isso não quer dizer que não haja preconceito, como nos é mostrado mais a frente. A diferença é que o autor mostra de maneira sutil que o motivo disso é a ignorância e mau julgamento das pessoas, principalmente pela parte dos cristãos.

Num determinado dia, a pedido de seus dois melhores amigos Joni e Tony, Paul decide comparecer ao show de um conhecido que aconteceria numa livraria da cidade. E em meio às estantes, livros e música o improvável acontece: ele encontra o amor de sua vida. E logo após descobre que ambos estudam na mesma escola. Noah foi um dos personagens que mais me cativou, devido à sua singularidade, sensibilidade e simplicidade. Ele e Paul apaixonam-se rapidamente, tornando o livro cada vez mais fofo. E tão rápido quanto surgiu, o relacionamento deles entra em declínio.

Todos nós precisamos de um lugar. Eu tenho o meu, essa coleção maluca de amigos, músicas, atividades pós-escolares e sonhos. Quero que ele também tenha um lugar. Quando ele diz “Eu gosto daqui”, não quero que seja com tom triste. Quero poder dizer: Então fique.
Pág. 15

O diferencial dessa estória é que ela não se aprofunda completamente no sofrimento da comunidade LGBT, ela é bem mais leve que as demais de gênero semelhante. O bom-humor é marcante, assim como os questionamentos que o autor levanta sagazmente, como, por exemplo, se sexualidade é realmente uma opção. E acima de tudo ele ressalta a união entre héteros e não-héteros, e o quanto um precisa do outro.

No sexto ano, Cody, Joni, uma garota lésbica do quarto ano chamada Laura e eu formamos a primeira aliança gay-hétero de nossa escola de ensino fundamental. Para ser sincero, demos uma olhada ao redor e percebemos que as crianças hétero precisavam de nossa ajuda. Primeiro, elas estavam todas usando as mesmas roupas. Além do mais (e isso era crítico), não conseguiam dançar nem se fosse questão de vida ou morte. A pista de dança do baile poderia facilmente ser confundida com um aviário cheio de perus pré-Dia de Ação de Graças. Isso não era aceitável.

Pág. 22

Ao decorrer do livro, Kyle, o ex-namorado de Paul, aparece decidido a reconquistá-lo, como se não bastasse os conflitos com Noah, e um triângulo amoroso é formado. Mas ele é ligeiramente solucionado, pois o protagonista sabe o que e quem quer. Acresce os pais conservadores de Tony, que são exageradamente religiosos e não aceitam que o filho seja gay, muito menos que seja tão próximo de outros garotos também gays (diferentemente do amigo, Paul sempre soube acerca de sua homossexualidade e desde pequeno não enfrentou problemas em assumi-la) e Joni começar a namorar simplesmente com o garoto mais babaca da escola, e que talvez esteja namorando-a apenas para vingar um de seus amigos. Este é o emaranhado de conflitos que Paul precisa resolver, para então encontrar novamente o seu grande amor.

Embora o desfecho tenha sido previsível (com exceção de um bônus extra de uma personagem, que achei pertinente, por sinal) e o enredo tenha deixado lacunas não preenchidas, Garoto Encontra Garoto foi uma leitura que muito me agradou, assim como a escrita poética em alguns momentos, natural e humorada em outros, do David Levithan. Ele foi capaz de criar um universo maravilhoso, e nos deu a oportunidade de imaginar como tudo seria num mundo verdadeiramente livre, colorido e mais humano, quebrando todos os tabus antiquados que a sociedade nos impõe. Portanto, recomendo-o bastante!

livro-garoto-encontra-garoto-sinopse

Créditos na imagem.

 

A arte gráfica também está admirável, e a edição contém poucos erros perceptíveis.


 

Já leu?! Conte-nos a sua opinião!

Interessou-se? Não perca tempo e embarque em mais um leitura maravilhosa.

 

Anúncios