Meu amiguinho do espaço (Alan Borges)

Título: Meu amiguinho do espaço
Autor: Alan Borges
Gênero: Infanto-Juvenil
Páginas: 96
Publicação: 2015
Classificação: ♥ ♥ ♥ (Bom)

AF_MEU_AMIGUINHO_DO_ESPAÇO_capa

Sinopse

Ah, ainda me lembro dele.

Já se passaram tantos anos, mas parece que…
Foram apenas alguns dias.

Lembro-me dele, como se o tivesse visto há poucos instantes.

Mesmo depois de crescido, envelhecido.

Ah, ainda sinto a sua falta,

E não há nada que possa amenizar minha saudade,
A não ser…

O sorriso das estrelas… elas ainda me confortam…

Te contarei um pouco de sua história, que faz parte da minha,

O descreverei aqui para vocês…

Não posso falar-te muito a respeito,

Precisaria de um livro de um milhão de páginas,

Irei resumir,
Mas não te preocupes,

Os revelarei momentos extraordinários,

Te falarei de algo incrível que… me faz recordar até os dias de hoje.

Enquanto escrevo esta resenha a palavra encantador saltita diversas vezes em minha mente. Fofo também é um adjetivo que se encaixa perfeitamente neste livro.

Meu amiguinho do espaço foi o primeiro livro que ganhei em sorteio! O sorteio que venci foi realizado pelo Blog Coelho da Lua, e as meninas não poderiam ter escolhido uma obra mais fofa para sortear! Obrigada, meninas. Amei a cartinha também!

meuamiguinho

Vamos à história, então? O autor, Alan Borges, em pouco menos de 100 páginas nos apresenta um garotinho de origem humilde que se destaca por ter uma coisa, ou melhor, um alguém, que nenhum outro ser humano possui: um amiguinho do espaço. Todas as noites, assim que a criança adormece, o ser de outra galáxia o visita na imensidão de seus sonhos. Mas essas visitas não se devem ao acaso: o extraterrestre tem uma missão. De suma responsabilidade e coragem, a missão dele é ensinar e fazer com que o garoto complete nada mais nada menos que os testes da vida. Preparar alguém para a vida não é tarefa fácil, afinal, não existem fórmulas mágicas, mas ambos são especiais e trazem ótimas reflexões ao leitor.

A forma como Alan Borges decidiu contar a história é curiosa: cheia de poesia, sempre fazendo analogias ao céu, sistema solar, estrelas e ao Universo. No entanto, por outro lado, também é redundante (repetindo a mesma ideia diversas vezes) e exagerada quanto aos diminutivos; Ele abusou dos “inho” e “inha”. E é bom destacar que, somente em um dos ensinamentos ele pecou: no mito da Meritocracia, quando o extraterrestre afirma para o garoto que todos têm as mesmas oportunidades e que não adianta reclamar, somente trabalhar e estudar. Ah, um fator interessante é que nenhum nome de personagem é citado, nem mesmo do próprio protagonista, tornando, na minha opinião, o livro muito mais pessoal.

meuamiguinho2

Ademais, é uma leitura muito gostosa, principalmente pelo belo trabalho da Editora Chiado; Estou até agora apaixonada pela capa e edição de Meu amiguinho do espaço.

Anúncios

Um comentário sobre “Meu amiguinho do espaço (Alan Borges)

  1. Pingback: Leituras de 2016 #Retrospectiva2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s